Quem são seus escravos emocionais?


A frase mais clichê das timelines é aquela máxima de que você "não deve depositar nos outros a responsabilidade pela sua felicidade". E, olha, ela está corretíssima. Muitas vezes não percebemos, mas acabando sugando todas as energias das pessoas que nos cercam pura e simplemente porque precisamos de escravos emocionais. Precisamos que alguém devotadamente supra todas as nossas necessidades. Algumas delas já nascidas conosco, outras criadas pela nossa imaturidade relacional e, ainda, outras tantas carências que acabamos criando. 

Sim, criamos. O sucesso dos relacionamentos interpessoais depende de cada um se dispor a levar sempre o melhor para o outro. Isso significa que todas as vezes que me relaciono com alguém devo dar o meu melhor. Mas isso será recíproco? Não. Algumas pessoas levam somente o pior, são egoístas, mesquinhas. Se dependermos da atitude do outro sempre, nossa meta de realização pessoal nunca será alcançada - justamente porque ela é pessoal. O outro não sente como você, não tem os mesmos ideais, sonhos. O outro não sabe o que você considera como respeito, estima, amor. Só se relaciona bem com o outro quem consegue entender suas próprias limitações e se relacionar consigo.

Os escravos emocionais nada mais são do que aqueles pontos de escape que acabamos criando em um momento de carência e identificamos como sendo os responsáveis pelo nosso bom humor, sucesso profissional, ideal perfeito de convivência. Você nunca conseguirá controlar todos ao seu redor. O melhor caminho é então começar por dentro, identificando e se livrando de todos os escravos emocionais. É um namorado (a)? É um reconhecimento no trabalho? É um bom dia da pessoa que você gosta? É o outro? É dinheiro? Liberte todos os escravos que você ainda prende na sua mente e você vai perceber que ser livre é muito mais do não estar preso. É estar em si. 


Nunca Fui Miss

Nunca Fui Miss é uma comunidade feminina que procura ir contra alguns padrões chatos de perfeição criados por aí. Escrevemos alguns pensamentos, ideias, coisas legais que vemos e acreditamos. Nosso único padrão é ser feliz!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente com o Facebook: